FELIZ NATAL! E UM BAITA 2015!

Nesta sexta-feira, a partir das sete da manhã, na rádio Gre-Nal, estaremos comandando a última edição do programa Café com Futebol, antes de nossas férias.

Estamos saindo para um rápido descanso com a certeza do dever cumprido. Os números do IBOPE e de outros órgãos privados nos privilegiam nas pesquisas.

Uma delas, dá conta de que o CcF está na segunda colocação em audiência entre os programas esportivos, incluindo todas as emissoras de rádio de Porto Alegre.

Por isso, o nosso muito obrigado! Esperamos retornar no próximo dia 5 de janeiro com as baterias renovadas. A ideia é, no mínimo, de tentar manter igual rendimento no ano que vem.

No nosso último programa teremos, como convidado especial, nos estúdios da Gre-Nal, a presença do vice de futebol e candidato da situação colorada, Marcelo Medeiros.

A partir da segunda-feira, os competentes colegas Rafael Serra e Guilherme Ricacheski estarão no comando do programa, sempre pelas frequências AM 1020 e FM 95,9.

Aqui no nosso blog, estaremos, mesmo lá de fora do Brasil, procurando atualizar e analisar as questões propostas, além de moderar os comentários.

No SBT, o Prêmio Press César Fabris ocupará o nosso lugar. Tá valendo?

A Débora também estará saindo para merecidas férias. Têm vários programas especiais especialmente preparados para vocês.

Ah! A propósito. Para a nossa satisfação, também, o SBT ESPORTE aparece nas pesquisas com ótimos números. Que final de ano!

Um grande abraço, meus mais queridos ouvintes, telespectadores e seguidores de todo o planeta!

Vocês são meus verdadeiros líderes máximos do futebol brasileiro!

FELIZ NATAL!!! E UM BAITA 2015!!!

Preis assume uma espécie de mandato tampão no futebol gremista

O blog estava no caminho correto quando antecipou a saída de Duda Kroeff do departamento de futebol gremista.

Igualmente acertou com relação ao nome do seu substituto. Adalberto Preis foi confirmado por Fábio Koff, nesta quarta à noite.

Mas não ouvi informarem de que Preis ficará numa espécie de mandato tampão. Ele ficará somente durante as férias de Koff até que um outro nome seja definido.

Depois de trinta dias, Fábio Koff voltará para reassumir muito mais as negociações da Arena do que para comandar o futebol do clube.

Denis Abraão surge como uma forte possibilidade. Ele garante não ter sido convidado. Mas sabe que uma influente facção política do Grêmio está sugerindo a volta dele.

Romildo Bolzan dá indícios de que gosta da ideia. Koff é amigo pessoal e admirador de Denis Abraão que tem, inclusive, frequentado a a casa do ex-presidente.

Lembrando que Denis Abraão era o diretor executivo quando da última grande conquista gremista. E tem um ótimo relacionamento com Luiz Felipe Scolari.

Outras informações importantes: Fábio Mahseredjian não ficará no Grêmio. Darlan Schneider é o mais cotado para a função. Mas ainda há muita água por rolar por debaixo da ponte.

Paulo Paixão foi descartado pela nova direção. No entanto, Douglas está mesmo sendo contratado e o zagueiro Tiago Heleno não foi confirmado.

A primeira visita de Piffero como candidato à presidência do Internacional

A primeira visita de Vitorio Piffero como candidato oficial à presidência do Internacional foi aqui no SBT ESPORTE. Ele falou conosco durante vinte minutos.

Esclareceu muitas dúvidas a respeito do trabalho que pretende realizar no biênio 2015/2016, se eleito for pelo associado colorado.

A mais importante delas está relacionada ao nome do técnico do próximo ano. Abel Braga é o de sua preferência. Mas isso não quer dizer que esteja encaminhada a contratação.

“Depende do novo departamento de futebol. Nós ainda não vamos revelar os nomes. Só vou anunciá-los depois, caso eu vença as eleições do próximo sábado”.

Segundo o candidato, o fato dele preferir não quer dizer que Abel Braga esteja encaminhado. Até porque nenhuma negociação ainda foi feita para tanto.

Aliás, Piffero garantiu não ter ainda negociado ou conversado com quaisquer profissionais. Não admitiu ter sequer pensado em Tite ou Mano Menezes.

Piffero quer disputar todos os campeonatos e torneios para ganhar. Não é de sua política poupar o time em detrimento de uma ou outra competição.

O regime de concentração será restabelecido. “Quem traça as diretrizes do clube é a direção. Sem nenhuma ingerência do técnico. O treinador é apenas um funcionário e cumpre ordens como qualquer outro”.

Sobre as pesquisas com os associados que o apontam como provável presidente, Piffero não admitiu favoritismo.

E então, rapaziada: Medeiros ou Piffero, Piffero ou Medeiros? Opinem.