Um tempo para a bola!

Pessoal, estamos no final do mês de julho e é necessária uma parada para recarregar as baterias. O blog promete voltar em breve.

A pausa vai ocorrer a partir desta sexta até o dia 3 de agosto. Estaremos fora do ar, também, da rádio GreNal e do SBT ESPORTE.

Valeu? E muito obrigado pela atenção e a grande audiência dispensadas. Forte abraço!

Internacional é eliminado da Taça Libertadores da América

POSTADO IMEDIATAMENTE APÓS O FINAL DA PARTIDA TIGRES 3 x 1 INTERNACIONAL

O Internacional não nos convence desde o ano passado, apesar da espetacular recuperação no Brasileirão e a vaga na Libertadores.

Há muito tempo nós notamos uma dificuldade em termos de organização tática. O alvirrubro é dependente do talento de alguns de seus jogadores.

Sendo que o maior astro da equipe costuma se agigantar somente no estádio Beira-Rio. Nesta quarta, além dele, Nilmar, Lisandro e Aránguiz também fracassaram.

A vitória mexicana foi ao natural. Poderia ter sido mais, não fosse o erro de Rafael Sóbis que bateu um pênalti para a defesa de Alisson.

Aliás, por causa do goleiraço colorado que, também pegou muito aqui, o time gaúcho escapou de sofrer uma surra ainda maior do Tigres, do México. Lamento pela torcida.

O Internacional sem dúvida nenhuma conquistou a maior vitória do futebol gaúcho. Mas, ao mesmo tempo, protagonizou alguns dos maiores fiascos da nossa história.

Ou estou exagerando? Opinem.

Grêmio está nas oitavas de final da Copa do Brasil

O Grêmio esqueceu a possibilidade de desistir da Copa do Brasil e foi com todas as suas forças para cima do Criciúma, no Heriberto Hulse.

O time demonstrava a vontade de espantar a má fase em termos de resultados. Com três derrotas nos últimos quatro jogos, o time não tinha outra alternativa que não a vitória.

Após perder para o Criciúma na Arena por um a zero, o Tricolor precisava de dois gols para passar sem a necessidade de uma decisão em pênaltis.

Roger Machado não poupou qualquer jogador. A única mudança do último jogo com o Flamengo foi a entrada de Erazo no lugar de Rhodolfo.

O Criciúma apostava no bom momento e na força da torcida. Depois da chegada de Petkovik o Tigre ainda não tinha sido derrotado. 7 jogos: 4V e 3E.

Os donos da casa acabaram com dez homens em campo. Os últimos 15 minutos foram tensos e os gaúchos desperdiçaram boas chances para matar o enfrentamento.

Em suma, foi uma boa partida. Os azuis tiveram alguma superioridade, mas o placar acabou sendo justo, se é que existe justiça em futebol.

Placar final Criciúma 0 x 1 Grêmio, gol de Pedro Rocha, no primeiro tempo. No agregado, o confronto ficou igualado em 1 x 1.

Nas cobranças de penalidades máximas, o capitão Maicon começou batendo e fazendo um a zero. Paulo Sérgio iniciou cobrando pelo Criciúma e Grohe defendeu no canto direito.

Fernandinho foi para a segunda cobrança gremista e ampliou para dois a zero. Marinho, que entrou no segundo tempo, chutou e diminuiu.

Galhardo apareceu para a terceira cobrança e converteu marcando Grêmio 3 x 1. Na sequência, Fábio Ferreira veio para fazer o segundo gol catarinense.

Braian Rodriguez surgiu para tentar o quarto gol, mas telegrafou e Luiz defendeu. O lateral Cristiano empatou: 3 x 3, com quatro cobranças para cada lado.

Douglas, que saiu da base do Criciúma, foi escalado com a responsabilidade de colocar o Grêmio na frente. Ele teve categoria e marcou. Grêmio 4 x 3.

O goleiro Luiz foi para a última cobrança na tentativa de empatar a decisão em pênaltis, na primeira série, mas Marcelo Grohe, o grande herói da noite, defendeu.

Grêmio classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil.