Gremistas na Arena! Colorados no Beira-Rio!

Gremistas na Arena! Colorados no Beira-Rio!

Mais de uma centena de cadeiras quebradas pelas torcidas da Dupla, repórter agredida por marginais, gestos que incitaram a violência das duas equipes, pedras arremessadas em direção ao ônibus, briga entre integrantes da mesma ou diferentes “torcidas”. Uma situação observada, sem exceção, em todos os jogos entre Grêmio e Internacional, tanto no Beira-Rio, como na Arena Porto-Alegrense.

O que mais precisa ocorrer para que o Gre-Nal seja um jogo de torcida única? Não é a primeira vez que a gente opina da mesma forma. Faz tempo que eu discordo até mesmo da iniciativa de torcida mista nos estádios. Não porque o blogueiro não simpatize com a decisão.

Mas porque é a única maneira das pessoas civilizadas frequentarem os estádios com um pouco mais de segurança. Tenho a convicção de que a torcida única vai diminuir consideravelmente a violência nas cercanias e nas dependências dos espaços para competições desportivas.

Olhem isso: autoridades e representantes de todas as áreas que envolvem o futebol paulista decidiram manter as atuais regras de segurança adotadas nos jogos para a sequência da temporada de 2018. Com isso, na prática, segue a regra de torcida única.

Aqui no Rio Grande, nós já tivemos, a exemplo de São Paulo, e em outros lugares do país, vidas que foram perdidas. Por isso, até que as autoridades possam nos dar condições e a certeza de que a violência foi diminuída ou estancada, sou a favor de gremista na Arena e colorado no Beira-Rio.

65 Replies to “Gremistas na Arena! Colorados no Beira-Rio!”

      1. Tu entendeu o que eu quis dizer. Quando é na Arena o clamor por punição é grande. Sei que lados não são santinhos, porém a cobrança da imprensa por punição somente para um lado que fica chato.

    1. Claro que não. O ministério público só se envolve quando se trata da geral. Os colorados podem fazer chover para cima lá no chiqueiro deles quebrar uso agredir quem quiser que. Aí da nada. A geral puxa uma faixa fora do país e recebe punição. Tem que primeiro acabar
      Com este IPO de favorecimento. Este tipo de parcialidade que irrita e garanto que ajuda no problema.

        1. Se não tem o que escrever não pega no teclado. Me diz a punição que a torcida do Binter levou. Uma apenas.

  1. Bom dia !
    Pois é !
    E quando alguns jornalistas vão parar de levar representantes dessas “torcidas ” em seus programas nas várias mídias ?
    E quando alguns jornalistas vão parar de receber prêmios dessas “torcidas” que ,singelamente, levam seus nomes ?
    E quando alguns jornalistas vão parar de viajar junto com essas “torcidas” para fazerem ” reportagens especiais “.
    Será que não está na hora de alguns jornalistas ignorarem e repudiarem essa escória que infesta nossos estádios ?
    Te garanto que amanhã ou depois os ouvintes de rádio irão ouvir “uotz” desses “torcedores” e alguns jornalistas respondendo com beijos e abraços para essa gente .

  2. Conheci a Renata de Medeiros, falei com ela algumas vezes – uma guria nova que tá fazendo bonito nas reportagens com a torcida, lutando pelo seu espaço. É simpática com todos e séria no trabalho, e é uma pena que tenha passado por isso!
    Torcedor idiota, independente do clube.

    Tivemos muita porcaria no Gre-Nal, muito problema nas arquibancadas. Uma pena termos de falar sobre torcida única novamente, mas é um caminho.

      1. Sim, ele vai punir a geral pois tinha uma faixa na torcida mista que deve ter causado o incidente

    1. Renata foi vítima da própria emissora onde trabalha que transformou um Gre-Nal banal em epopéia de gladiadores. Fazem assim todas as vezes com Pedro/Maurício/Alice/Garbi mas depois reclamam quando torcedores se exaltam além disso a reporter tirou satisfação com o Colorado que estava de sangue quente. Olhem o vídeo. Nosso povo está sem bons exemplos e é debochado todos os dias com politicagens, impostos, criminalidade…Taí o resultado.

  3. Escutei o jogo na Rádio Grenal, após o 2º gol gremista, uma repórter de campo entra no áudio e informa: – a torcida do inter está jogando bombas na torcida do Grêmio! Ela deve ter mentindo né!? Pois ninguém mais viu e informou. Por falar em mentira, o Inter MENTIU quando informou que o agressor da repórter da RBS estava no Jecrim, MENTIU, o cara nem, sequer foi retirado do local.

  4. Se tivesse cadeia de verdade oara esses vândalos o problema iria diminuir. Imaginem o carar puxar 30 dias no chilindro pq brigou no jogo? Certamente iria rever seus conceitos.

    1. O problema é que falta cadeia pra quem mata, estupra etc…imagina se começarem a “guardar” quem briga em estádio ? O problema é muito maior que brigas de organizadas, é a falência do estado…país…

  5. O que eu vou dizer… Sou pai de dois filhos e o mais velho está louco para que eu os leve no GREnal da final… Como pai eu temo ir em GRenais, antes fosse apenas eu e já estaria garantida minha presença no primeiro clássico das quartas, agora com duas crianças nem a pau Juvenal.

    1. Eu como pai, te aconselho, nao leve seus filhos em Grenais, os problemas ja comecam com a propria policia e EPTC,
      Sou Gremista e da ultima vez que fui com minha familiae amigos,(3 casais com 3 filhos), a EPTC nos obrigou a fazer um desvio e passar pela torcida do inter, imaginem o que ouvimos , ofenças, agressoes verbais para as mulheres, ameaças e tudo mais que possam imaginar.
      foram 50 metros caminhando, sem poder correr nem responder, as crianças chorando, apavoradas…
      tensao pura.
      Graças a EPTC.

      Minha colega de trabalho que é gremista, foi na torcida mista com mais 5 pessoas no ultimo Grenal,
      disse que passou por momentos de pânico, pensou que iam ser linchados, tanto na chegada quanto na saida.

  6. Desde o GRENAL do 1×1 que nos deu o título em 2006, nunca mais fui a GRENAL no BRio. É uma vergonha a forma como são tratados os torcedores do Grêmio, quando o jogo é lá. 2 horas sendo conduzidos pela BM, 3 paradas para revista e apresentação do ingresso, um brete no meio da lama pra entrar no estádio, chuva de pedras na entrada, e também na saída !!!

    No entanto na ARENA, já vi várias vezes torcedores colorados circulando no meio da torcida do Grêmio, sem nenhum problema.

    Porque será que é só num local que os problemas se acentuam? Creio que uma das causas é a concepção antiquada do próprio estádio, com acessos precários,concebidos na metade do século passado, diferente da ARENA onde se entra e sai com extrema facilidade. É o que dá reformar uma coisa velha com umas demãos de tinta e achar que é novo e moderno.

      1. Eu te entendo. Ser confrontado com a dura realidade dos fatos gera esse tipo de reação.
        Recém saído da segundona, clube endividado, sérios indícios de fraude nas contas, falsificação de documentos, time muito meia boca, ídolo jogando a última temporada, comparado com o rival ganhando tudo, só pode dar nisso.

    1. Muita coisa mudou desde 2006. Inclusive, em 2006, naquele chiqueiro do Olímpico, era muito pior os acessos do que no Beira Rio.

  7. Aqui no blog é uma prova cabal de como nós torcedores nos tratamos .
    Qual a diferença da falta de civilidade em discordar de uma opinião e chamar quem não conhecemos de idiota pra cima ,para as atitudes daqueles boçais travestidos de torcedores ?
    Vejam como atiramos pedras , cusparadas e impropérios via o teclado de um computador ?
    O que nossos filhos diriam se vissem como nos comportamos por aqui?
    Sinceramente , não vejo diferença entre as agressões de todo tipo que ocorrem nos estádios de futebol e nas imediações do que aquelas que volta e meia são feitas nesse espaço .
    Criticamos os maus modos do lado de lá e do lado de cá não conseguimos falar sobre futebol sem insultar o ponto de vista alheio e esculhambar com alguém que nunca vimos .
    Quantas vezes o Vidarte nos diz :
    Calma ,vamos falar de futebol !
    E o que acontece ?
    Continuamos nos agredindo post após post .
    Ou escrevi alguma inverdade ?
    Não detesto nenhum alvirrubro , até porque minha mãe é uma fanática colorada, pelo contrário ,respeito meu maior adversário .
    Tocar flauta é uma coisa destilar ódio por causa do futebol são outros 500 .

  8. Querem ver outra patifaria.
    Muita gente boa e alguns jornalistas , acharam o máximo a refrega que precedeu o GreNal entre os capitães .
    Houve quem disse que o Grêmio começou a ganhar o jogo ali .
    Quer dizer , um ato de agressividade, que quase chegou às vias de fato, foi aclamado como algo positivo .
    Façam-me o favor !
    Ao invés de repudiar tal situação o que se leu e ouviu foram elogios .
    É a malandragem porca que ainda circula por aí .
    Ganhar na marra e de qualquer maneira .
    Isso é coisa terceiro-mundista que não cabe mais nos dias de hoje.
    Se o mau exemplo começa dentro de campo com os próprios protagonistas do espetáculo o que esperar da raia miúda que vive na periferia do futebol ?
    Hipocrisia deve ter seus limites !

    1. Opa. Alto lá. Essa não. O mundo sabe que o Garnizé é useiro e vezeiro em levar vantagem influenciando a arbitragem. O Maicon nada mais fez que usar os mesmos métodos dele, assim como o Alan Ruiz fez no passado e mais lá atrás o Willian do Corinthians fez também.
      Não esqueço de um GRENAL que ele meteu a mão na cara do Luan (que era um gurizinho na época) e nenhum cascudo do Grêmio enquadrou o petulante. Isso tem nome: enquadrar o indivíduo.

      1. Grêmio Imortal
        O tal garnizé cresceu dessa maneira porque alguém achou isso o máximo .
        Literalmente deram asas para o gringo e a coisa chegou onde chegou .
        É mais importante a reação contrária dos formadores de opinião sobre essas malandragens porcas do que exaltar qualquer lado que queira levar vantagem na marra
        O Grêmio foi campeão da Libertadores e da Copa do Brasil jogando algumas partidas notáveis .
        Em momento algum precisamos de qualquer artimanha para ganhar .
        Ganhamos limpo e na bola .
        Isso me serve !

        1. “O tal garnizé cresceu dessa maneira porque alguém achou isso o máximo .”
          Na minha opinião os maiores culpados foram os árbitros (gaúchos, principalmente) que sempre deixaram ele cagar nas cabeças deles. E sob esse ponto de vista Maikon agiu certo ao alertar o juiz da partida.

          1. Nos anos do “oba-oba” dos vermelhos, tudo que o garnizé fazia era saudado por boa parte da mídia.
            “Não liguem, esse é o temperamento dele”, “o gringo é sanguíneo”, “ele faz isso pra defender o time e os companheiros”, “que bacana”, “ele não admite perder”, “é um líder” e por aí afora. O cara faz uma merda e tem baba ovo pra achar legal.
            Com isso quiseram criar um mito aonde só existia malandragem e jeitinho.

          2. Engraçado… na época do “Dinho cangaceiro”, ele fazia tudo isso, batia e era tudo bonito (era raça, era sanguíneo, etc).
            Menos gremistada… MENOS!!!!!

          3. “IMORTAL”, moralista de cueca, é o mais provocador e agitador aqui do blog. Sempre jogando pedras e ainda reclama.

        2. Também acho que olho por olho o mundo acaba cego. Mas se tu tenta agir diferente, e o cara “se criou” dessa maneira, o único jeito de fazer entender é “engrossando”.
          Como disseram ali antes, foi a legítima enquadrada!
          Jaguara tem que ser tratado como jaguara!
          Se deixam ele solto, caga na cabeça do juiz.

          1. Sempre cagou na cabeça dos juízes gaúchos e algumas vezes na de juízes de outros estados.

    2. Até concordo contigo em parte mas vias de fato com o xiliquento envolvido esquece, ele só faz jogo de cena me diz uma vez que ele saiu no soco com alguém nunca aconteceu ou alguém apartou como comentarista de arbitragem da Guaíba ou ele se abraça em alguém para que não possa chegar perto do oponente aquilo ali foi jogar pra torcida ele quis desestabilizar e saiu desestabizado tanto que começou a distribuir pontapé como no Luan então onde o xiliquento estiver é só fogo de palha não acontece nada.

  9. as gazelinhas mordem a fronha ao pensar no Dale, normal, afinal Dale é hoje o maior camisa 10 em atividade no Brasil, ai o recalque das gazelinhas saltitante em cima do nosso capitão.

    1. Continua pensando assim que tá bacana, enquanto acreditarem num decadente vão continuar na mesma merda que estão

    2. Parece que vai ser convocado pra seleção. ops. Ninguém quer ele lá, esqueci. 10 anos no clube e dois títulos. $ 1mi por mês pra levantar gaúchão.

  10. Vidarte,
    Depois daquele episódio da torcida do grêmio mexendo com o falecido Fernandão, vai esperar o que desse tipo de torcida?

  11. Ridículo toda essa discussão! As pessoas vão ao estádio porque gostam, aceitam e participam de tudo. Se torcedor tivesse alguma boa intenção, não iria aos jogos, deixaria os tais “organizados” sozinhos lá, e dirigentes e jornalistas poderiam confraternizar com eles. Quer que mude alguma coisa??? Não compre ingressos, deixe para aqueles que ganham ingressos do clube, e vamos ver!

  12. Também acho que tem que ter torcida única. A torcida do Grêmio canta mais alto que a do Inter mesmo no beira Rio. Tem que ter isonomia.

  13. Vidarte, sabe me explicar por que a mídia trata o “bad boy” Rossi como “comediante” e não teve qualquer matéria dando destaque pelo real motivo dele ter vindo para cá, detalhe, saíndo da segunda divisão da China…. E destacam agora o extracampo negativo do André??
    A propósito, os valores para o Inter contratar em definitivo o Rossi são superiores ao que o Grêmio pagou pelo André…

  14. Vidarte

    Lendo o comentários dos torcedores em geral, aqui e em outros blogs, sou obrigado a concordar contigo.
    O Grenal tem que ser com torcida unica.
    Nossa sociedade, está incrivelmente involuindo socialmente a cada ano que passa.
    Nosso grau de intolerância cresce aceleradamente
    Minha sugestão é que o time visitante faça uma fanfest para sua torcida em seu estadio, fato que poderia render algum dinheiro inclusive.

    1. Racionalmente, este é o caminho, por vários motivos:
      1) Os confrontos violentos ocorrem FORA dos estádios;
      2) Nos estádios o que ocorre são perdas patrimoniais com avarias/destruição das instalações;
      3) A torcida adversária vai em tão pouco número, que só em casos excepcionais faz a diferença;
      4) O custo com segurança pública e privada é absurdamente elevado;
      5) Para proteger a torcida adversária, a mobilidade urbana fica extremamente comprometida
      6) Como a tendencia é o IMORTAL sagrar-se vencedor na maioria dos confrontos tanto na ARENA quanto no BRIO, é melhor poupar a torcida rubra destes dissabores……

  15. O problema todo é a impunidade. Tipo o cara faz merda e sabe que não dá nada, no máximo passa pelo JECRIM assina um termo circunstanciado e vai pra casa ou quem sabe toma uma punição, tipo tem que se apresentar na delegacia antes dos jogos, como não tem controle se o meliante compareceu ou não fica por isso mesmo. Outra, as “autoridades” sabem quem são as figuras carimbadas que causam as confusões, são sempre os mesmos há anos e as “autoridades” não fazem porra nenhuma, porque não tiram esses marginais de circulação?? Soma-se a isso a ignorância coletiva e dá no que dá. Sou contra torcida única, não é solução, educação e punição severa pra quem faz merda é solução.

  16. Me desculpem mas muitos que escrevem aqui ou são crianças ou mal intencionados. Não existem santos em nenhum dos lados mas virem aqui dizer que Grêmio “joga limpo” e torcida que “quebra tudo” é a do Inter é muita baixaria. Quem sempre se orgulhou de vencer partidas na base da paulada e teve por muito tempo a torcida mais agressiva não foi o Colorado. Quando queimaram banheiros químicos no Beira-Rio os dirigentes do “Imortal” criticaram o Inter. E o “canto” da Geral após a morte do Fernandão, etc…Futebol está perdendo audiência por causa dessas rivalidades ridículas criadas pela mídia, pouca educação e impunidade. Abraço.

          1. Calma Zé buscapé! Hoje em dia, teoricamente, as pessoas deveriam ser mais ‘civilizadas’ mas, pelo que vemos, tá cada vez pior! Abraço.

        1. Meu Deus quanta merda tu deve ter nw cabeça. Fernandão foi execrado no inter. Maior hipocrisia é a estátua dele na frente do remendo. Aproveitaram a morte do cara. Binter e sua tragédia pessoal.

  17. Vidarte este problema de torcida dentro dos estádios é fácil de resolver.
    Basta vender ingresso nos grenais só para sócios. Pelo o que sei as câmaras do Beira Rio e da Arene conseguem identificar até a marca do calçado que tu ta usando.
    Neste caso como quem ta lá é sócio, fica fácil de identificar e ai é só expulsar do quadro social e banir dos estádios, e entregar o elemento para a justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *