Mês: dezembro 2017

Finalmente, Abu Dhaby!

Finalmente, Abu Dhaby!

Chegamos e nem tivemos tempo de parar. Foram vários contatos e tentativas de entrevistas que, aos poucos, a gente vai colocar no ar no Sbt Esporte e nos jornais do Sbt.

Nesta segunda, vamos mostrar um pouco mais da cidade Al Aim, local da concentração do Grêmio. Lá mesmo, vai acontecer a estreia do time no mundial.

 

 

Ainda viajando

Ainda viajando

Estamos em Londres esperando o embarque para os Emirados Árabes.

Fiquei sabendo que o Pachuca passou e vai pegar o Grêmio, na terça-feira.

Me contaram que, se o Grêmio jogar mais ou menos, ganha de 3 a 0. Será?

Os mexicanos demonstraram desorganização, mas é bom ter cautela.

Sobre o Al Jazira, também, ganhou. Eliminou a equipe do Urawa Red Diamonds.

Opinem.

O avião atrasou

O avião atrasou

Atrasou a saída do Rio de Janeiro para Londres, mas nada que impeça a conexão até Abu Dahbi, capital dos Emirados Árabes.

O pessoal da imprensa que está viajando junto com a gente, nesta sexta, está apostando na presença de Maicon no time na terça, dia da estreia gremista.

Mas eu sou capaz de apostar que o capitão da Copa do Brasil do ano passado ficará no banco de reservas. Michel será o titular porque está mais treinado e preparado para o lugar de Arthur.

Opinem.

 

 

 

Internacional quer cautela e criatividade nas contratações

Internacional quer cautela e criatividade nas contratações

O Internacional tem dois jogadores contratados para o ano que vem. O primeiro deles é o volante Gabriel Dias, do Paraná. O outro nome é do centroavante Roger, que defendeu o Botafogo, no Brasileiro, série A. Os dirigentes colorados vão tentar acelerar o processo das contratações e, depois, se desfazer daqueles jogadores que não aprovaram na temporada, além dos que estão voltando de fora.

Há várias negociações em jogo. São mais ou menos 25 atletas que não farão parte dos planos do técnico Odair Hellmann. A direção sabe das carências, apesar de ter dito antes que setenta por cento do grupo está definido.  Não há dinheiro suficiente para a vinda de novos reforços para acabar com a fragilidade do elenco.

O vice de futebol admite que não poderá errar nas transações. Marcelo Medeiros quer cautela e criatividade. Ele vai tentar minimizar os equívocos na gestão do futebol. As prioridades estão mais para a defesa e meio campo. O problema é descobrir gente com condições de assumir a titularidade do time.

Algumas especulações de parte da imprensa. O lateral direito Ruan, do Boa Esporte, e os jogadores que se destacaram no Lanús. São eles: Lauturo Acosta, Alejandro Silva e o volante Iván Marcone. Uma outra questão complicada a ser resolvida e que não é especulação. O que o clube poderá fazer para resolver a situação do meia Anderson, ex-Coritiba, e que caiu, de novo, de divisão?

Opinem.

Desculpa Bolzan

Desculpa Bolzan

DESCULPA BOLZAN

Há 2 anos Romildo Bolzan assumiu a presidência do Grêmio. Eu o havia conhecido na década de 90, quando havíamos (minha empresa, a TCBR) desenvolvido o Plano Diretor de Desenvolvimento Turístico do Litoral Norte do RS. Ele era prefeito de Osório, cidade quase chegando nas praias.

Um contato técnico, profissional e distante. Nosso contrato era com o Governo Collares. A política de austeridade e simplicidade do novo Presidente do Grêmio, me fez criticá-lo, dizendo que não tinha a dimensão de um clube campeão do mundo. Precisava ser mais ousado. Não iria ganhar nada. Não ganharia nem o gauchão. Iria jogar o praiano. Romildo seria o presidente do Mariscão.

Uma forma irônica, não agressiva, mas cáustica, de criticá-lo. Pois bem, Romildo, político de berço (ele é o júnior, seu pai foi político importante do Estado), com sua austeridade financeira, saneou as finanças do clube; mudou o formato da gestão; trouxe um ídolo para comandar o futebol (coisa que também não gostei, mas por outras razões); introduziu um novo modelo de jogo – futebol alegre, bonito, com bola no pé (diferente da tradição gremista).

A base começou a, novamente, revelar talentos. Tantas mudanças no conceito e na cultura do Grêmio. Um Grêmio mais brasileiro e menos castelhano. Essas mudanças tem nome – modernização. E o resultado está aí – Grêmio Tri Campeão da Libertadores, Campeão da Copa do Brasil 2016. Com um futebol taxado, pela totalidade da crônica esportiva nacional, como o mais bonito do país em 2017.

Com alegria no coração, de quem há 3 dias está extasiado pela conquista do seu time, peço desculpas ao Presidente Romildo Bolzan Júnior. Tu estavas certo na forma condução do nosso clube. O teu sucesso é a minha felicidade. Que esse sucesso à frente dessa entidade de 114 anos continue por muito tempo. Obrigado pelas alegrias que me deste e darás.

Renato Ely

Só agora consegui escrever sobre o tri

Só agora consegui escrever sobre o tri

Foi impossível escrever antes sobre a grande conquista gremista da última quarta-feira. Foi algo inesquecível para mim como jornalista e como pessoa. Tudo que vi, especialmente nos últimos dois encontros finais da Libertadores,  foi algo que jamais eu tinha visto. O Grêmio foi campeão dentro e fora de campo.

Nas 4 linhas, pelo futebol indiscutível do time treinado por Renato e seus jogadores.  Impressionante a simbiose entre as partes. Fora de campo, talvez, tenha ocorrido um fenômeno da mesma importância do fato da bola entrar. Isso porque a bola só entra no gol, quando ela é bem produzida e calibrada pela turma que permaneça sintonizada em tempo integral.

Estou falando da torcida e da direção. Um amigo fez um raciocínio que, na minha opinião, traduz a conquista tricolor. Sem palavras ufanistas e sem se utilizar de poesia, muitas vezes exagerada para agradar a opinião dos apaixonados. Prefiro sempre a objetividade. A observação foi do ex-conselheiro colorado, Sílvio Teitelbaum.

“Parabéns aos amigos Gremistas. Fizeram por merecer . A bola começou a entrar fora de campo. Gestão, seriedade e probidade. Um clube sem donos. Sem contas fantasmas. Com um treinador capaz”. E o blogueiro acrescentaria: e com uma massa humana apaixonada de fato que não vê limites para ganhar. Parabéns Grêmio! Você é legitimamente TRICAMPEÃO DA AMÉRICA!

Opinem.