Melhor atuação ou melhor desempenho?

Melhor atuação ou melhor desempenho?

Basicamente, os melhores jogos do Internacional durante toda a temporada foram contra o Grêmio, o Corinthians e o Palmeiras. Quase todos com o comando do atual treinador do Juventude, Antônio Carlos Zago. Mas se a gente levar em consideração somente a campanha do time do Inter, o trabalho de Guto Ferreira foi mais produtivo.

Apesar disso, nos últimos 5 jogos, o Colorado decaiu consideravelmente e, aparentemente, sem qualquer explicação. Isso porque, na verdade, a equipe quase sempre vinha obtendo resultados positivos, mas, invariavelmente, sem jogar bem ou sem convencer. E estamos falando de série B, ou seja, são jogos contra equipes muito frágeis.

Por isso, o presidente Marcelo Medeiros não pode se iludir com a iminente classificação da equipe para a divisão de elite do futebol  brasileiro. Haverá muito trabalho a ser realizado pela atual direção. Especialmente com relação a preparação do grupo para o ano que vem.

PS: no segundo confronto entre Inter e Palmeiras, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o time gaúcho venceu, mas o Palmeiras marcou no fim e se classificou às quartas da Copa do Brasil. O técnico era o interino Odair Hellmann.

30 Replies to “Melhor atuação ou melhor desempenho?”

  1. GrandeDaMídia.
    Agora em 17 oSCInternacional necessita de Resultado: retornar prá 1a. divisão.
    Depois, com planejamento, saber que deve montar um TIME que atinja resultados no 2° sem. de 18. Explico: Brasileirão18 inicia em maio e pára na Copa, idem prá CopaFoBrasil; portanto há que ter calma e projetar este longínquo 2° semestre de 2018. Começando a partir deste fim de Acesso à série A com redução drástica do elenco em 30/40 atletas e ter convicção e dar apoio à uma comissão técnica que suporte às exigência deste grande Clube da massa Colorada.

    1. Este pensamento seria ideal, mas se no primeiro semestre nao conseguir bons resultados no gauchão, por exemplo, a pressão por mudanças ja começa em março,
      Então aparecem os aproveitadores, empurrando um monte de jogadores para solucionar as possiveis carencias e incha o plantel novamente

  2. Isso não mostra descomprometimento com o clube? Ou seja, os jogadores não se motivam em jogar pelo inter e sim em jogar bem os grandes jogos?

    1. E uma ideia. Futebol é algo muito complexo. Nada diferente da vida de cada um de nós. Por isso, não gosto daqueles que tem resposta para tudo. Opinam fácil, mas normalmente decidem pouco. Sem falar no salário dos opinadores. Vivem pela vaidade…

    1. Quando Lanús meter um sarrafo em vocês espero que esse chato do “dau” suma daqui por um bom tempo.

        1. Vocês caíram para a segundona e continuam enchendo o saco aqui como se estivessem disputando alguma coisa… Mas vai te deitar Albertinho!

          1. Pietro: assunto é INTER, então, quem tá “enchendo o saco” por aqui? Te liga Smurf!

  3. Eis a questão: Inter 2017 x Inter 2018
    Este campeonato seria uma incógnita para o Inter, e portanto todos seriam e foram aprendizes, direção, jogadores e torcida.
    1) O Inter pensou e planejou de forma correta 2017, série B ?
    2) A direção de futebol tinha experiência e competência para esta competição ?
    3) O plantel montado para série B, foi bem pensado ?
    4) O perfil de jogadores, foi o recomendável ?
    5) O perfil de técnico, foi o adequado para uma série B ?
    6) Havia realmente necessidade de uma folha salarial de 11 milhões/mês ?
    7) A torcida do Inter assimilou a série B ? teve humildade para entender o momento do clube ?
    8) Clube e torcida aprenderam alguma lição com o rebaixamento ?
    9) O clube aproveitou a oportunidade para “reorganização”, “depuração” e “reestruturação” em todas as áreas, para o futuro ?
    10) O que esperar do Inter para 2018 ?

    Dalmir Meneguzzo
    Caxias do Sul – Sócio gremista

      1. Fala Vidarte, meu ídolo.
        Não, não sou jornalista.
        Mas meu sonho de carreira era ser jornalista, só não fui porque na época não tive condições financeiras para frequentar Universidade de jornalismo. Mas sempre foi meu sonho. E por isso me considero um “frustrado” como tantos outros, profissionalmente falando.
        Mas não me arrependo da vida que tenho, da profissão que tenho, foi o melhor que consegui , honestamente.
        Eu tinha me afastado do blog, por que sempre que fazia comentários, os contraditórios me dilaceravam, mas vez em quando apareço por aqui.
        E então preferi participar usando um “fake”…….Sabes qual ?
        Tu já fizestes postagem usando meu comentário, e mais de uma vez.
        Te acompanho desde o finalsports, e na TV também.

        Abraço

        1. Porra Dalmir receber um elogio de um baita midiático como o Ricardo Vidarte, olha ?
          Mas, afora isso, tu escreve bem e tem bom raciocinio,
          Teria futuro no jornalismo.

        1. Demonstrou ser isento sim. Somente posso pensar que ele é gremista pelo teu comentário.
          Na verdade, muitos torcedores ficam tentando adivinhar o time dos jornalistas.
          Quando o jornalista se declara para algum clube, aí qualquer opinião contra o time adversário é levado como clubismo.

          Eu por exemplo amo futebol, mas tento ver os dois times iguais.
          Claro que torcemos contra, mas na hora de analisar no papel é muito mais razão do que emoção.

          Além disso, eu tenho uma tese que um jornalista gremista vai enxergar muito mais defeitos no próprio Grêmio do que no inter. (Não neste ano).
          Isso porque além de analisar elenco, resultados, a pessoa tem a tendência de achar que o outro é melhor.

          Ah, e para mim o motivo do inter não render é semelhante ao grêmio.
          D’alessandro diz muito que Damião é fundamental no time como falamos no Luan.
          Quando não joga Luan ou Damião em suas devidas proporções, os times acabam temendo o pior.

          Mas antes do fator Damião, existia o fator de que o inter montou um time de série a para jogar na série b.
          Só que para jogar série b é preciso mais garra, mais identificação com o clube, além de contar com a experiência da diretoria.
          O Grêmio subiu aos trancos e barrancos mas se fosse pontos corridos teria sido bem mais fácil, pois na reta final o Grêmio encaixou.
          O inter até agora não encaixou o time. Vai ter somente o gauchão para conseguir encaixar. Como são jogos de níveis abaixo da série b…. A tendência é não encaixar.

          Enfim, antes de criticar alguém com palavras assim, tente justificar contra por o argumento.

  4. Bah !!!! Vamos falar sério.
    O colorado tá disputando uma competição taco a taco com estas potências do futebol nacional:
    América Mineiro
    Ceará
    Paraná
    Oeste
    A folha mensal de cada um desses 4 times não deve passar de 1 Mi / mês,
    e os caras não estão classificados com 10 pontos na frente destes timecos!!!
    Em 2018 vão receber uma enxurrada de jogadores que foram expurgados devido ao rebaixamento, e terão que contratar (segundo dizem) uns 6 ou 7 jogadores novos. Não tem nenhuma “joia” que possa render alguns pilas, pois ninguém se interessa pelos jogadores que estão no B Rio.

    Não se iludam!! 2018 será um ano perdido. Talvez um gauchito, pois o Grande do Sul deverá estar envolvido em outros desafios e o campeonatinho do seu Noveleto é uma farsa. Isso se não houver uma intervenção na administração, devido as falcatruas das gestões passadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *