Mês: fevereiro 2017

Tabu a ser quebrado pelo Grêmio

Tabu a ser quebrado pelo Grêmio

A Fernanda Galvão e a Eliane Aires, do Sbt Esporte, estão preparando uma matéria muito legal sobre o Gre-Nal e o tabu a ser quebrado pelo Grêmio no clássico de sábado, pelo Gauchão de 2017. Vale a pena conferir, nesta quarta-feira de cinzas.

Vocês sabiam que o Grêmio não ganha um Gre-Nal de Campeonato Gaúcho há séculos e, como mandante, em Porto Alegre, há milênios? Será apenas uma coincidência ou é mais fácil para o Colorado ganhar do Grêmio aqui pelo Estadual?

Mas deixando de lado a estatística e o tabu gremista nos clássicos válidos pelo Gauchão, quero dizer que o Grêmio é o favorito. Aliás, um encontro que ganha em importância porque poderá ser o único clássico na atual temporada de 2017.

O Grêmio está com o time praticamente escalado, dependendo do Boletim Informativo Diário até sexta-feira. Do contrário, penso que Pedro Rocha será o substituto de Barrios.

No Inter, a formação ainda será tema de estudo por parte de Antônio Carlos. D’Alessandro ainda está sem as suas melhores condições clínicas.

Vamos as prováveis escalações: Danilo, William, Paulão, Ernando e Carlinhos. Dourado, Charles, Uendel, D’Alessandro. Carlos e Brenner.

Grohe, Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira. Jaílson, Maicon, Ramiro, Bolaños, Luan. Lucas Barrios.

Opinem.

Victor Cuesta é comparado a Kannemann

Victor Cuesta é comparado a Kannemann

O zagueiro Victor Cuesta, que deverá chegar no Inter na quarta-feira, causou uma certa discussão interna no Grêmio, sobre as qualidades do jogador de 28 anos.

Acontece que o Grêmio, ao analisar o futebol do canhoto defensor argentino, o considerou um jogador lento, com pouca técnica e duro de cintura.

No Inter, a turma não gostou das observações a respeito do ex-jogador, inclusive, da seleção da argentina, campeão argentino e da Super Copa com o Arsenal Sarandi.

“Se eles acreditam que o Cuesta é duro de cintura, o que posso dizer do Kannemann, do Grêmio” contrapôs um dirigente colorado, irritado com a comparação.

Aliás, sobre contratação, o Internacional ainda aguarda o desfecho da vinda do atacante Marcelo Cirino. Se ele for contratado, será a décima novidade colorada.

Roberson, Alemão, Klaus, Néris, Uendel, Carlinhos, Carlos, William Pottker, Victor Cuesta e, provavelmente, Marcelo Cirino, que nem mais está no Flamengo.

O Grêmio admite o interesse pelo meia Gastón Fernández, para substituir Douglas. A direção negocia com o argentino de 33 anos, que atua na Universidad de Chile.

Com a possível transação, o Tricolor poderá ter 8 reforços. Michel, Léo Moura, Leonardo Gomes, Jael, Beto da Silva, Bruno Cortez, Lucas Barrios e Gastón.

Opinem.

Inter vence e Paulão é um dos destaques

Inter vence e Paulão é um dos destaques

Pode ser apenas uma impressão ou ainda está muito cedo, mas o time do técnico Antônio Carlos está começando a dar algumas mostras de evolução.

Nunca é fácil ganhar do Brasil de Pelotas, apesar de todas as dificuldades dos últimos tempos da equipe da zona sul, especialmente, financeiras.

O Internacional ganhou a primeira partida do campeonato gaúcho com gol de Roberson, aos trinta e seis minutos do primeiro tempo.

Com a vitória, o Inter chegou à quinta colocação no Campeonato Gaúcho, com seis pontos ganhos e o próximo jogo será o clássico Gre-Nal, no sábado, na Arena.

Alguns destaques da partida, deste sábado: Paulão, Carlinhos, Uendel, Carlos e Nico López. D’Alessandro não ficou à disposição e será preservado para encarar o Grêmio.

A direção do Internacional está levando muito a sério o clássico da Arena, confronto está sendo tratado como se fosse uma verdadeira decisão.

Danilo Fernandes; Junio (William), Ortiz, Paulão e Carlinhos; Dourado, Charles (Anselmo), Uendel e Roberson (Valdívia); Carlos e Nico López.

Técnico: Antônio Carlos Zago.

Jaílson ou Pedro Rocha disputam uma vaga na Libertadores

Jaílson ou Pedro Rocha disputam uma vaga na Libertadores

A vitória sobre o Cruzeiro, neste sábado, em Gravataí, recuperou os pontos perdidos na Arena no empate com o São José, no último domingo.

Com dez pontos ganhos, o Tricolor não tem como alcançar o líder Novo Hamburgo, que ganhou a sua quinta partida consecutiva,  mas ficou igualado ao Caxias.

Só perde a vice liderança pelo saldo de gols. Com três vitórias, um empate e uma derrota, o Grêmio terminou a quinta rodada do Gauchão na terceira posição.

O jogo foi equilibrado, no 1º tempo, mas após a expulsão do centroavante Lucão, na 2ª etapa, o time da capital marcou dois a zero, naturalmente, gols de Bolaños e Ramiro.

Como o blog nunca concordou com a maneira que é disputado o campeonato gaúcho, preferimos pensar na Libertadores da América e as alternativas gremistas.

Com a contratação de Lucas Barrios, seria legal a turma debater a provável escalação do Grêmio com todos os jogadores à disposição.

Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kanemmann e Marcelo Oliveira, Maicon, Jaílson (Pedro Rocha), Ramiro, Bolaños, Luan e Lucas Barrios.

Opinem.

A direção da Chapecoense admitiu que somente uma parte do dinheiro será destinado às famílias

A direção da Chapecoense admitiu que somente uma parte do dinheiro será destinado às famílias

Conforme foi informado ao vivo pelo narrador Galvão Bueno, todo o valor dos patrocinadores do jogo da seleção brasileira contra a Colômbia (pouco menos de 3 milhões de reais) seria destinado para as famílias da Chapecoense.

Mas as viúvas e parentes das vítimas da tragédia ficaram surpresas por causa de uma doação menor do que a divulgada pelo clube catarinense (700 mil reais).

  A direção da Chapecoense admitiu que somente uma parte do dinheiro será destinado às famílias, contrariando o que foi divulgado pela Rede Globo.

Agora, observem a nota da Associação Chapecoense de Futebol que finalizou o processo de recebimento das doações destinadas às famílias das vítimas.

“A Chapecoense faz questão de esclarecer que nem toda a doação noticiada pela imprensa foi paga e que, em muitas delas, os doadores destinaram os valores exclusivamente para a reconstrução do clube.”

NOTA
A Associação Chapecoense de Futebol finalizou o processo de recebimento de doações destinadas às famílias das vítimas. O valor líquido é de R$ 2.739.171,54 que será dividido igualmente entre os familiares das 64 vítimas fatais e os 4 sobreviventes do acidente aéreo. Ao todo, foram arrecadados R$ 2.977.360,37, mas devido a incidência de 8% referente ao ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações), foi retido o valor de R$ 238.188,83. A Chapecoense faz questão de esclarecer que nem toda doação noticiada pela imprensa foi paga e que, em muitas delas, os doadores destinaram os valores exclusivamente para a reconstrução do Clube. As doações destinadas às famílias são as seguintes: – Partida amistosa entre Chapecoense x Palmeiras, realizada no dia 21 de janeiro de 2017: R$ 641.116,46; – Partida entre Sport x Figueirense, pelo Brasileirão de 2016: R$ 96.840,00; – Partida “Lance de Craque”, promovida pelo jogador D’alessandro: R$ 41.724,03; – Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que destinou à Chape os valores arrecadados dos julgamentos realizados no mês de dezembro de 2016 e depositados até 26 de janeiro de 2017: R$ 36.500,00; – Fundação Casper Líbero: R$ 4.000,00; – Torneio Florida Cup: R$ 93.300,00; – Doações diversas, pagas até o dia 26 de janeiro de 2017: R$ 48.083,49. – Renda advinda do “Jogo das Estrelas”, promovido por Zico em 28 de dezembro de 2016: R$ 205.000,00; – Renda do “Jogo da Amizade”, disputado entre Brasil e Colômbia no dia 25 de janeiro de 2017: R$ 1.050.811,75; – Doações de empresas, também no jogo Brasil x Colômbia, destinadas exclusivamente às famílias: R$ 700.000,00 – Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que destinou à Chape os valores arrecadados dos julgamentos realizados no mês de dezembro de 2016 e depositados após 26 de janeiro de 2017: R$ 50.000,00; – Doações diversas, pagas de 27 de janeiro a 16 de fevereiro de 2016: R$ 9.984,64 Queremos tornar público o nosso agradecimento aos doadores e a todos aqueles que têm emprestado às famílias e à Chapecoense o apoio incondicional.”

Sempre é melhor vencer do que perder

Sempre é melhor vencer do que perder

Sem dúvida alguma, sempre é melhor vencer do que perder. Observei com alguma atenção os dois jogos do Internacional desta semana.

Contra o Oeste/SP, nenhuma conclusão mais detalhada poderá ser tirada. Mas houve erros, especialmente, no posicionamento do sistema de defesa.

E sistema de defesa não quer dizer apenas os dois zagueiros de área. É o time todo que precisa se reorganizar para torná-lo compactado (termo da moda).

Havendo uma melhora considerável de trás para frente, deverá ficar claro que o Inter poderá crescer, também, ofensivamente, por causa dos seus bons atacantes.

No entanto, D’Alessandro ainda precisa achar uma maneira de jogar. Não basta liberá-lo de marcar. Ele tem que encontrar uma movimentação de acordo com o seu preparo.

Carlos e Brenner, parecem ser velozes e oportunistas. Mas tudo deverá receber o seu devido desconto pelos fracos adversários até agora na atual temporada.

Sobre a 1ª Liga, continuo pensando que pouca coisa pode ser dita. O Inter reserva virou o jogo em cima do Criciúma por 3 x 1, mantém 100%, mas quase nada significa.

No meio de tanta gente jovem, foram os mais conhecidos que resolveram. Winck, Andrigo e Diego viraram entre os 26 e 31 minutos do segundo tempo, com um a mais.

Opinem.

 

 

 

Inter goleia, Cirino e Cuesta estão vindo, além de Lucas Barrios que deve chegar amanhã

Inter goleia, Cirino e Cuesta estão vindo, além de Lucas Barrios que deve chegar amanhã

Ficamos algumas horas fora do ar para resolver algumas dificuldades técnicas do nosso blog. Agora, chegou a hora de voltar a trabalhar e informar os seguidores.

Nesta quarta, antes mesmo da partida do Colorado, antecipamos a informação da confirmação da contratação de Lucas Barrios pelo Grêmio.

O negócio foi concretizado com a intermediação do ex-lateral direito do Grêmio, Paulo Roberto, que trabalha juntamente com o seu filho, Matheus Costa, ex-jogador, também.

Com a vinda de Barrios, 32 anos, o Grêmio trabalhará na busca de mais três reforços para fechar o elenco para a Libertadores da América.

O argentino naturalizado paraguaio, Lucas Barrios, provocará mudanças no esquema de Renato Portaluppi, inegavelmente. Por favor, opinem sobre as alternativas.

Sobre o Inter, fiquei sabendo que o técnico Antônio Carlos está adquirindo um apartamento no mesmo condomínio onde está por morar, Marcelo Cirino, Furacão.

O Internacional ainda não admite, também, a contratação do zagueiro Victor Cuesta, U$ 2 milhões, por 50% dos direitos econômicos do zagueiro.

Para terminar, o Inter chegou sem qualquer dificuldade para a próxima fase da Copa do Brasil. Placar final: Internacional 4 x 1 Oeste/SP.

 

 

 

 

 

 

O que falta para erguerem esta estátua na Arena?

O que falta para erguerem esta estátua na Arena?

O Sbt Esporte, através do repórter Rodrigo Morel, nesta terça, decidiu recordar os jogadores que se tornaram imortalizados e saber dos nossos seguidores a opinião sobre Renato Portaluppi.

No Brasil, nove jogadores estão eternizados em estátuas nos estádios de futebol. Assim como Fernandão, no Beira-Rio, são ídolos que se tornaram símbolos de glórias, de grandes conquistas pelo Inter.

As outras oito estátuas estão divididas em cinco estádios diferentes, espalhados pelo Brasil. No Engenhão, são quatro: Nilton Santos, Garrincha, Jairzinho e Zagallo.

Em São Januário, Romário é o rei. Na Ilha do Retiro, me intrometi no texto do Morel, e lembrei de uma foto ao lado do meu filho, com a imagem do grande e inesquecível craque, Ademir Menezes.

O grande Bellini, primeiro brasileiro a erguer a taça de campeão do mundo, em 1958, toma conta do Maracanã. E o Rei Pelé está imortalizado, na Fonte Nova, em Salvador.

Renato Portaluppi está reinvidicando a nona homenagem. Fez o pedido em dezembro do ano passado. A pergunta é: então, o que falta para erguerem esta estátua na Arena?

Opinem.

EDITADO: a matéria do repórter Rodrigo Morel será exibida, na sua totalidade, a partir das 12h25, no Sbt Esporte. Ela, também, estará sendo mostrada no facebook, nesta terça-feira.

Grêmio empata com gol irregular de Bolaños

Grêmio empata com gol irregular de Bolaños

O primeiro gol do jogo Grêmio e São José, na Arena, neste domingo, pela quarta rodada, surgiu após uma boa jogada do equatoriano Miller Bolaños, no segundo tempo. Lincoln, que havia entrado um pouco antes do lance, fez o passe para o um a zero.

Bolaños, recebeu da esquerda para o meio, avançou, superou a marcação e fez a tabela com Lincoln. O problema é que o atacante gremista dominou com o braço esquerdo, antes de fuzilar o goleiro Fábio. Gol irregular. O São José reclamou muito do erro do árbitro.

Zequinha, que chegou ao empate através de Rafinha, segue na zona de rebaixamento do campeonato gaúcho. O time do Passo D’Areia, demonstrou mais preparo físico e poderia até mesmo ter saído com a vitória, na Arena.

Após o final, o capitão Maicon chegou a discutir com um torcedor por causa de uma falta que o jogador gremista deixou de fazer no lado ofensivo do Tricolor. Maicon tinha o amarelo e decidiu deixar o adversário seguir o lance para evitar o segundo cartão amarelo.

Opinem.