Valeu muito pelo resultado

Valeu muito pelo resultado

POSTADO LOGO APÓS INTER 2 X 0 BAHIA

A vitória colorada sobre o Bahia, no Beira-Rio, neste domingo, pela primeira rodada do Brasileirão 2018, valeu mais pelo resultado do que pela atuação.

De qualquer maneira, o time deve ter melhorado no seu estado anímico. Sempre é importante ganhar, ainda mais em se considerando o retorno para a elite.

Sobre contratação, se realmente ela se confirmar, a vinda de Zeca para as duas laterais é a mais interessante. Não tenho condição de analisar Lucca.

Nós poderíamos dizer, com certeza, que até agora Zeca deverá ser o melhor reforço, desde o início da temporada. As demais vindas, me parecem de ocasião.

Opinem.

Inter x Bahia
Pagantes 18.598
Menores 1.880
N pagantes 1 757
Total Público 22.235
Renda $ 796.275,00

Grêmio começa com vitória

Grêmio começa com vitória

POSTADO LOGO APÓS CRUZEIRO 0 x 1 GRÊMIO

Sem Luan, Geromel e ainda com a expulsão de Kannemann durante o segundo tempo, mesmo assim, o Grêmio ganhou do Cruzeiro em pleno Mineirão.

Na verdade, foi uma vitória importatíssima na abertura do campeonato. Também pela sequência de um trabalho de mais de dois anos.

Talvez, o Grêmio esteja pronto para acabar com a hegemonia do eixo Rio-Minas-São Paulo. Desde 2002, ninguém furou essa supremacia, em Brasileiro.

André foi um dos destaques do Tricolor, não somente pelo gol na vitória de 1 x 0, mas, igualmente, por algumas jogadas de boa qualidade individual.

Opinem.

Inter x Corinthians – Abril de 1992

Inter x Corinthians – Abril de 1992

FB_IMG_1523550754093

Corinthians 1 x 1 Internacional, Pacaembu, Campeonato Brasileiro, 26 de abril de 1992, um domingo, às 4 da tarde. Do tempo que futebol de domingo ao vivo era só no bom e velho rádio, mas não na TV aberta, que tinha os sempre obrigatórios compactos noturnos – embora este jogo até passasse ao vivo na ainda embrionária TV por assinatura da Globosat, mas para pouquississíssimos. O árbitro de rosto escondido nesta foto é o carioca Cláudio Vinícius Cerdeira. Os dois jogadores aí vistos foram decisivos para o placar final: Neto ao inaugurá-lo de cabeça, no primeiro tempo,deixando Gato Fernandez sem reação. E Gérson, no segundo tempo, na bomba que Wilson espalmou para Leco aproveitar e empatar.

Texto: Edu César

Caíque permite a vitória colorada

Caíque permite a vitória colorada

POSTADO IMEDIATAMENTE INTER 2 X 1 VITÓRIA

Após 21dias, o Inter voltou a jogar uma partida oficial. Foi contra o vice-campeão baiano, pela quarta fase da Copa do Brasil. O time gaúcho ganhou, no final.

Os gols foram no primeiro tempo através de Patrick e Denílson, e Dalessandro, no segundo tempo, após uma falha incrível de Caíque. Placar 2 x1.

Mas o jogo foi ruim nas duas etapas. Ninguém teve uma boa atuação, exceção de Rossi. O resultado deixou o Colodado com a vantagem, em Salvador.

Inter x Vitória

Pagantes 16.599
Menores 967
N pagantes 1.277
Total Público 18.843
Renda $ 399.820,00

 

A minha seleção do Gauchão é injusta

A minha seleção do Gauchão é injusta

As dificuldades financeiras, econômicas ou estruturais enfrentadas pelas equipes e comunidades participantes do atual futebol regional, comandado pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF), me impedem de definir com clareza os melhores do Campeonato Gaúcho 2018.

Além disso, a televisão prioriza os times grandes, Grêmio e Inter, em detrimento das equipes do interior do estado. Normalmente, o interior só é visto quando enfrentam a Dupla e, frequentemente, quando jogam o Brasil e o Juventude. Por isso, escolho uma seleção injusta.

O meu time vai levar em consideração Grêmio e Internacional. E, obviamente, como o Grêmio obteve uma recuperação espetacular no certame, nada mais ponderado do que escolher praticamente a equipe tricolor na minha seleção dos melhores do certame. Vamos ao time:

Marcelo Grohe, Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez. Maicon, Dourado, Ramiro, Luan, Everton e Jael. Técnico: Renato Portaluppi. Craque: Luan. Revelação: Iago. Dirigente: Romildo Bolzan Junior. Árbitro: Anderson Daronco.

Opinem.

 

O seguidores já sabiam!

O seguidores já sabiam!

Olhem o que escreveu um dos nossos seguidores aqui do blog. Tem tudo a ver com o que o blogueiro pensa a respeito do “charmoso” Campeonato Gaúcho, apesar da conquista indiscutível do Grêmio. Por isso, para manter a coerência, sempre disse para os colorados que não significava nada ser campeão gaúcho. Portanto, não vou mudar de pensamento porque foi o Grêmio o vencedor.

“Tomar água de salsicha ou ser campeão regional dá na mesma.
O Grêmio fez 1 dos 12 pontos disputados com a equipe de transição. Mesmo assim terminou com o melhor ataque, defesa e campanha.
Ao menos, o Grêmio não vai se basear nesta taça para o resto do ano e achar que está tudo bem, como o Inter fez nos últimos anos e deu no que deu. O time do Grêmio atual é favorito nos três campeonatos que irá disputar. Está acima deste “achismo” de campeonato regional.
Interessante também que os campeões da Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil foram campeões estaduais”. W. Weber.

Agora é oficial: Grêmio é campeão gaúcho

Agora é oficial: Grêmio é campeão gaúcho

POSTADO LOGO APÓS BRASIL 0 X 3 GRÊMIO

A confirmação do título pelo Grêmio,  não muda em nada o que pensamos a respeito do Campeonato Gaúcho.

O campeonato precisa ser repensado. Nos últimos anos, exceção da conquista do Novo Hamburgo, deu Inter.

Mas nada mudou por causa do Estadual. O certame segue frágil técnicamente, administrativamente e financeiramente.

Assim como o Inter, o Grêmio não deve comemorar. O certame só engana os bobos, como dizia o saudoso Wianey.

Talvez, a animação seja um pouco maior para o torcedor comum, porque fazia 8 anos que o Grêmio não ganhava.

De qualquer maneira, parabéns! Por outro lado, estou só pela manifestação do técnico Renato Portalupp

EDITADO: Renato recebeu uma proposta do Flamengo. Mas decidiu continuar no Grêmio. Será que houve uma compensação salarial?

Apesar dos equívocos dos atuais dirigentes

Apesar dos equívocos dos atuais dirigentes

Continuo acreditando na máxima do futebol: “treino é treino, e jogo é jogo”, exatamente como escrevi aqui no blog na partida anterior diante do Caxias. Contra o Zequinha, nesta quinta, a partida terminou empatada em um a um. O gol de empate do Inter foi de Patrick. O São José marcou com Marcel.

O Internacional está sem jogar desde o dia 21 de março, quando foi eliminado pelo Grêmio, no campeonato gaúcho, apesar da vitória colorada por dois a zero, no Beira-Rio. A grande questão é saber até que ponto o time vai continuar esticando a corda nos jogos valendo pontos.

D’Alessandro resumiu o assunto: “o time cresce nos jogos decisivos. Foi assim no ano passado e nas partidas da atual temporada contra equipes grandes como são Palmeiras, Corinthians e o próprio Grêmio”.

De qualquer maneira, o torcedor precisa tem consciência de que o Internacional é um time apenas médio e que precisa de uma sequência de bons resultados, talvez, para ganhar confiança e melhorar o desempenho, apesar de todos os equívocos dos atuais dirigentes.

 

 

 

Monagas, Renato e o Flamengo

Monagas, Renato e o Flamengo

O Grêmio teve uma atuação pouco criativa nos primeiros 45 minutos do jogo com o Monagas, da Venezuela, na segunda partida da equipe pela  Taça Libertadores da América. No tempo final, o time reagiu e acabou naturalmente goleando por quatro a zero.

Jael, de novo, como o blogueiro tinha antecipado para vocês sobre a qualidade dele como centroavante, se destacou. Ele cumpre com as exigências essenciais de um verdadeiro camisa 9. O mato-grossense é um lutador, ajuda na marcação e batalha até o final.

Sobre Renato, tivemos a informação de um assessor de Romildo Bolzan Junior. “O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, disse para a direção do Grêmio, que jamais aceitaria fazer um contrato de dois anos com Renato. A pedida é de R$ 1 milhão mensal até o fim do ano.

Opinem.

ERRATA: escrevi “pedida” ao invés de  “proposta”.