Férias de duas semaninhas

No mês em que o nosso blog completa nove anos de existência, decidi dar um tempo, também, no #sbtesporte e no espaço do #cafécomfutebol da #rdgrenal.

Já estou em viagem para o exterior, mas estarei sempre ligado aqui nos comentários de vocês, ao menos, uma vez por dia. Portanto, não me abandonem.

Vocês já devem ter notado que eu não sei fazer sozinho. Preciso da participação constante dos meus comentaristas preferidos, apesar das rusgas e xingamentos.

Futebol é assim mesmo. A paixão frequentemente toma conta do raciocínio das pessoas e num mundo tão conturbado como o nosso, ninguém poderia esperar algo diferente.

Bom domingo, um ótimo Dia dos Namorados e até a volta que deve acontecer lá pelo dia 24 de junho. Estaremos de olho, mesmo de longe, podem ter a certeza.

Abraço.

soccer ball in goal with green background

Futebol é bola na rede! Se não deu no blog, ninguém sabe exatamente o que aconteceu.

 

Grêmio empata e perde a liderança do Brasileiro

Pouco mais de 3 mil pessoas estiveram em Volta Redonda para acompanhar ao vivo Grêmio e Fluminense. Ridícula a presença de público para o tamanho da partida.

O árbitro foi o principal nome do encontro. Atrapalhado e inseguro acabou influenciando no placar final. Nem sei se pendendo mais para um lado ou outro dos dois Tricolores.

Me lembrei do senhor André Luiz de Freitas Castro em jogos anteriores em que a nossa Dupla esteve em campo. O Daison recordou do ano de 2011, numa partida com o Timão.

“Esse juiz que não marcou pênalti e expulsou o Ramiro, assaltou o Grêmio em 2011, Corinthians 3×2 Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, escreveu o Goolgle Man”.

Na verdade, as arbitragens têm falhado de uma forma geral. Mas, de qualquer maneira, apesar da arbitragem confusa, o Grêmio ganhou um ponto fora de casa.

Entretanto, perdeu a liderança, o Inter está na frente, mas, inegavelmente, a tabela foi mais difícil numa comparação com os três primeiros colocados.

Nas primeiras sete rodadas, teoricamente,  foi o Corinthians o mais favorecido pela CBF. O Inter ficou em segundo e o Grêmio apareceu em terceiro.

O gol gremista foi através de Marcelo Hermes, quando o time já tinha um jogador a menos no final do primeiro tempo.

Próximo compromisso gremista será quarta diante da Chapecoense, de novo, fora de casa.

 

Os laterais deram a vitória ao Internacional

Dá pra se dizer que os laterais colorados deram a vitória ao time nesta tarde gelada de sábado no estádio Beira-Rio. Internacional 3 x 1 América Mineiro.

Aliás, ninguém esperava um resultado diferente contra um time que jamais ganhou do Inter pelo Campeonato Brasileiro e que está entre os últimos colocados na tabela.

Os dois primeiros gols foram em menos de seis minutos, ambos marcados pelo centroavante Aylon. O primeiro, depois de um cruzamento de William lá do fundão direito.

O segundo gol colorado, aconteceu depois de um cruzamento de Artur do lado esquerdo de ataque, encontrando Aylon quase na pequena área para marcar, desta vez de canhota.

A equipe mineira descontou, também, no primeiro tempo. Veio a etapa complementar e o campeão de Minas meio que ameaçava o sistema defensivo do hexacampeão gaúcho.

Até que mais uma vez William participou de forma decisiva. Houve uma falta próxima da área adversária e o lateral direito foi para a cobrança. Ele está cruzando cada vez melhor.

Cobrou com muito efeito uma bola que chegou na cabeça do ótimo zagueiro Ernando que tocou para o fundo do poço e se recuperou do erro contra o Vitória domingo passado.

18.020 foi o público total no Beira Rio pela sétima rodada do Brasileiro. A vitória vermelha coloca pressão sobre o Grêmio e o Corinthians que ainda não jogaram.

O Timão joga amanhã diante do Verdão e o Grêmio pega daqui a pouco o Flu, em Volta  Redonda. Dependendo dos resultados, o alvirrubro pode acabar como líder isolado.

Próximo adversário do Inter será de  novo em casa contra o Atlético Mineiro.

Inter nunca perdeu para o América

Internacional x América/MG:

*Último jogo: 7/9/2011 – Brasileirão – Beira-Rio –  Inter 4×2 América – Gols: D’Alessandro, Rodrigo Moledo, Oscar e Leandro Damião. André Dias e Kempes.

*Campeonato Brasileiro – 9 jogos: 6 vitórias, 3 empates e NENHUMA derrota do Internacional para o América.

*Copa do Brasil 1998: América 1×0 em Belo Horizonte e Inter 1×0 no Beira-Rio (América 4×2 nos pênaltis e classificado para a 2ª fase).

*Copa Sul-Minas 2000: América 1×0 no Beira-Rio e 1×1 em Belo Horizonte (América eliminou o Inter na fase de grupos e mais tarde foi Campeão).

*Copa Sul-Minas 2002: Inter 4×0 – Gols: Fernando Baiano (20′), Carlos Miguel (35′), Dênis (56′) e Fabiano (69′) – COM NARRAÇÃO DE RICARDO VIDARTE.

​*JOGOS OFICIAIS – 14j: 8 Vitórias do Inter, 4 empates e 2 vitórias do América.

Daison Sant’Anna